Comediante usa hack para alavancar estreia de programa na Netflix
hack para alavancar estreia de programa

Comediante usa hack para alavancar estreia de programa na Netflix

Diante da estreia de sua série, anteriormente veiculada na NRK (TV norueguesa), na Netflix, o comediante e produtor da série Norsemen, Anders Tangen, teve uma saída estratégica para não ser engolido pelo algoritmo da gigante do streaming. 

Pensando em aumentar seu público e tornar o show mais famoso, Tangen, que produziu a série de comédia sobre Vikings com retratações irônicas da realidade daquele período, decidiu que a melhor estratégia seria montar uma campanha de marketing por conta própria.

“Você não pode pôr a culpa na Netflix”, disse em entrevista, “eles têm tantos shows que não dá para divulgar tudo ao mesmo tempo”.

A saída então foi se aproveitar da data de lançamento anunciada pela empresa, 18 de Agosto de 2017, e criar uma campanha de marketing algumas semanas antes para poder impulsionar o número de visualizações nos primeiros episódios da série e torcer para o algoritmo começar a recomendar Norsemen para os outros usuários. 

Tangen então desenvolveu uma campanha de marketing que começou relativamente simples, 3 semanas antes do lançamento, com posts e campanhas direcionados através do Facebook Ads, usando de início trechos curtos da série, que foi gravada simultaneamente em inglês e norueguês.

Em seguida, começaram a fazer testes A/B com o público, para refinar a audiência, focando principalmente nos estados e cidades mais populosos dos EUA. 

Com um gasto modesto de 18.500 dólares, vindos da própria equipe e Tangen, conseguiram em 28 dias alcançar mais de 5.5 milhões de pessoas, gerando 2 milhões de visualizações nos clipes da série e 6 mil seguidores para o show.

Três semanas depois de estreada a série, os resultados vieram. 

“Executivos da Netflix me ligaram e disseram que queriam marcar uma reunião em Los Angeles, o show estava bombando”, lembra-se.

A teoria de Anders Tangen estava certa. Com mais pessoas sabendo do show e consequentemente assistindo, as que gostavam (a maioria), comentavam com os amigos, que também assistiam e continuavam esse ciclo. Depois de algumas semanas a série começou a aparecer no carrossel de sugestões da empresa.

O resultado foi tão positivo e as críticas de público tão boas que a Netflix adquiriu os direitos da série, que agora recebe o selo de Netflix Originals, e já foi renovada até a terceira temporada. 

Perguntado ainda sobre as lições com o show, Tangen afirmou:

“Você não pode esperar pela Netflix ou qualquer outra pessoa promover seu show, depende apenas de você gerar engajamento”.

Essa estratégia mostra bem como é importante se aproveitar dos algoritmos das mais diversas plataformas para poder maximizar seus resultados. 

Não só na gigante de streaming, mas também no Facebook, Instagram e Youtube.

Para mais estratégias de growth hacking e dicas de marketing e negócios, acesse o Portal Insights e assine nossa newsletter no campo abaixo. 

Talvez você goste também

Fechar Menu