A resposta mais óbvia a essa pergunta é: pelo começo. Mas onde ele fica? Começar no Marketing Digital é urgente para muitas empresas, mas pode não ser tão simples quanto parece. Por isso, precisamos ir um pouco além do óbvio para entender nosso papel nessa arena.

O mundo está hiperconectado. Fato. Essa é uma realidade que abraça os mais diversos segmentos. Independentemente do setor de atuação, ter um bom planejamento – inclusive para saber por onde começar no Marketing Digital – faz toda a diferença.

Hoje em dia, pouquíssimas empresas (para não dizer nenhuma) conseguem sobreviver sem as ferramentas digitais. Gratuitas ou pagas, elas formam um leque de oportunidades de divulgação e geração de negócios lucrativos.

Embora o Marketing Digital traga inúmeros benefícios para uma marca, ainda existe certa confusão ao posicionar a empresa no ambiente online. E, por existir uma quantidade massiva de informações sobre o assunto, os gestores de marketing podem ficar perdidos nas prioridades que envolvem o que fazer, como agir, para quem falar.

Viu? Começar no marketing digital, com eficiência no curto prazo, exige uma dose extra de dedicação.

Planejar é preciso

Sabe aquela história de dar um passo atrás para dar dois à frente? Pois é: esse dito popular, comum em muitas regiões do Brasil, é regra indispensável para o marketing digital.

Para bons resultados é recomendada a utilização, na etapa do planejamento, do Princípio de Pareto, também conhecida como regra 80/20. Ela diz que, em muitas situações, 80% dos efeitos vêm de 20% das causas.

Ao planejar conteúdos para as plataformas digitais, é importante fazê-lo de forma que o cliente seja direcionado a tomar a decisão de compra. Por outro lado, publicar apenas postagens de venda direta nem sempre é a melhor prática.

Assim, é esperado que 80% dos conteúdos demonstrem personalidade, entretenham e informem, buscando o potencial engajamento. Os 20% podem ser direcionados à divulgação da marca e venda de produtos.

Principais vantagens de começar no Marketing Digital

Eu sei, tu sabes, ele sabe, e ela também, que a internet transforma diariamente a vida das pessoas e, também, das empresas. Como dizia Renato Russo, “o futuro não é mais como era antigamente”. Hábitos de consumo mudam na velocidade da luz e, para acompanhá-los, gestores precisam não só observar, mas também fazer parte dessa evolução.

As principais vantagens de dar o primeiro passo no Marketing Digital são:

  • A presença online em diferentes canais permite à empresa ser encontrada pelos consumidores por um custo muito baixo comparado às mídias tradicionais, como TV, rádio, outdoors etc;
  • A empresa ganha mais autoridade de marca pela distribuição de conteúdos em mídias onde as pessoas estão “dispostas a ouvir”;
  • As ofertas podem ser personalizadas para os diversos perfis de público-alvo;
  • É possível aos gestores acompanhar toda a jornada de compra, desde a primeira visita ao site para pesquisar preço até o fechamento da venda;
  • A mensuração dos resultados, por meio de rastreamento do cliente na plataforma, é possível – e mais rápida.

Outra vantagem de começar no marketing digital é que ele permite aos profissionais do setor uma rotina mais livre. Quem quer trabalhar com redes sociais, por exemplo, pode associar essa atividade a outras, estipulando o próprio “horário de funcionamento”.

É dado da internet que você quer, arroba?

Esse subtítulo é um meme bastante conhecido de quem já tem presença na internet. Aliás, pode estudar os memes antes dos seus primeiros passos, já que eles são muito importantes para que alguns segmentos consigam estabelecer a melhor comunicação com o público…

Indo ao que interessa, observar as mudanças no comportamento do brasileiro na internet é imprescindível para as estratégias de marketing.

Veja alguns dados que podem endossar a participação da sua empresa no mundo online:

  • 70% utilizam as redes sociais por mais de 9 horas por dia;
  • 85% dos usuários da internet navegam todos os dias;
  • As mulheres são a maioria nas redes sociais – 53% no Facebook, 59% no Instagram e 71% no Snapchat;
  • O YouTube é o site mais acessado no Brasil. Nele, os brasileiros permanecem de 22 a 28 minutos na plataforma;
  • ·Vídeo no Facebook é o conteúdo que mais recebe engajamento.

Para um bom entendedor, um pingo é letra: o futuro das empresas está na internet e nos seus mais diversos recursos.

Quem não está se planejando para conquistar essa arena vai ter que correr atrás do prejuízo em algum momento.

Passo a passo para começar no Marketing Digital

Falamos aqui sobre a indispensabilidade de fomentar a comunicação empresarial no ambiente online. Contudo, estar na internet e ter página no Facebook ou Instagram, por si só, não é garantia de sucesso nos negócios.

Para ter sucesso, recomendamos os seguintes passos:

#1 Conheça as dores do seu público

Antes de fazer qualquer publicação nos veículos digitais é preciso entender quem forma seu público. Verifique do que os perfis-alvos gostam ou não, suas objeções, anseios e desejos.

As dores de um cliente são os motivos pelos quais ele precisa do seu produto. Quanto mais a empresa se aproxima do problema dele, maiores são as chances de conversão em vendas.

Vamos a um exemplo: uma personal quer vender aulas de ginástica online. A empresa gera uma série de vídeos com exercícios e as coloca em plataformas online de vendas de cursos.

Não saber quem vai, de fato, comprar esse serviço é a melhor forma de fracassar. Afinal, como saber qual plataforma é mais efetiva sem saber se o seu consumidor está nela?

É aí que entra a investigação de personas.

Através do estudo de personas você vai entender o que as pessoas estão buscando e o que a empresa pode fazer para satisfazê-las.

#2 Criar uma landing page

Landing page é uma página de vendas que tem como objetivo a conversão (ação) dos visitantes. Ela apresenta poucos elementos, através de técnicas que evitam distrações e atraem as pessoas certas para o consumo do conteúdo.

A estratégia conta com um formulário em que o visitante é convidado a colocar nome, e-mail, telefone e outras informações. Essa pode ser a chance de conhecer melhor o perfil do seu futuro cliente e oferecer a ele oportunidades de vendas.

#3 Divulgação orgânica

A divulgação orgânica costuma ter alcance natural, pois reflete os acessos adquiridos pelo negócio sem ter que pagar por anúncios. Ou seja, a publicação vai ser  compartilhada pelos próprios usuários.

Mas não é só isso: a divulgação orgânica também auxilia a empresa a conseguir as primeiras colocações no ranqueamento do Google e outros mecanismos de busca. Mas, para que isso aconteça, é essencial utilizar técnicas de SEO voltadas à otimização das páginas para os motores de pesquisa.

A vantagem de divulgar o conteúdo de forma orgânica é o amplo alcance. Como já foi dito, 70% dos brasileiros se conectam à internet e navegam nela, em média, 9 horas por dia.

#4 Divulgação paga

A divulgação paga também é uma boa estratégia para começar no Marketing Digital. Como o próprio nome sugere, com esse recurso os conteúdos para expor a marca e colocá-la em evidência são patrocinados.

Investir na divulgação paga é um dos artifícios para aumentar a visibilidade do negócio e reforçar o conceito da marca.

A principal vantagem para esse tipo de estratégia é que ela segmenta os anúncios, atingindo o consumidor em potencial e aumentando muito o custo-benefício do investimento.

#5 Criação de conteúdo

A criação de conteúdo é o que vai movimentar as plataformas digitais da empresa. O marketing de conteúdo informa, educa, entretêm e fideliza possíveis clientes.

Erros comuns que as pessoas cometem no início

Muitas informações sobre começar no marketing digital são publicadas na internet, inclusive de forma gratuita, como é o caso do Portal Insights. Justamente por isso é essencial filtrar o que vale a pena fazer e o que não vale dentro da sua estratégia.

Erros comuns que as pessoas cometem ao dar os primeiros passos no ambiente digital são não priorizar ações com maior potencial de trazer retorno sobre investimento (ROI) no curto prazo, apostar em “saídas milagrosas” e desistir na primeira tentativa – principalmente quando a tentativa foi, justamente, essa saída milagrosa.

O mais importante: não investigar as dores, necessidades e objeções dos grupos de clientes, ou personas, é um erro crasso de estratégia. Não o cometa!

No mais, é bom lembrar que não existe fórmula mágica no marketing digital. 

Algumas empresas demoram meses para encontrar o canal adequado para o seu público e produto ou serviço na internet. Sabendo disso, o mais importante para quem quer começar no marketing digital é elaborar estratégias e ações que obtenham o retorno de investimento o mais rápido possível.

Só assim a empresa vai poder investir mais e, consequentemente, escalar a estratégia de médio e longo prazo.

Quer saber mais como dar os primeiros passos no marketing digital? Dá uma olhadinha no Checklist de Marketing Digital que produzimos e comece sua saga online com o pé – ou melhor, com o cursor – direito.

Fechar Menu