Boas práticas para criativos de anúncios

Práticas para Criativos de Anúncios

Quem navega muito pela internet já se deparou com certeza com centenas de campanhas de marketing com mídia paga e talvez tenha até clicado em algumas. Vendo de fora, fica parecendo que as boas práticas para criativos de anúncios são seguidas à risca pela maioria dos profissionais.

Mas não é bem assim. Existem milhões de anúncios ineficientes pela internet, e se você quer destacar o seu produto ou serviço, é necessário saber como se diferenciar dos concorrentes.

No mundo do marketing digital, chamamos de criativos os textos e imagens utilizados durante a divulgação em diferentes canais. Eles podem vir em diversos formatos, como banner, vídeos, áudios e estão sempre associados a um anunciante.

Parece algo simples de se colocar em prática? Prepare-se: a realidade é bem mais desafiadora. Isso porque o ambiente digital recebe os mais variados tipos de consumidores que têm controle sobre os conteúdos que visualizam e, portanto, também gerenciam se (e como) vão ver as publicidades direcionadas a eles.

Enquanto em mídias tradicionais, como televisão, por exemplo, o anúncio interrompe a programação e a pessoa que está sentada do outro lado da telinha não pode fazer nada a não ser esperar o término do comercial ou mudar de canal, na web a recepção dos anúncios é bem diferente.

Ao se deparar com uma propaganda no ambiente digital, o usuário tem a opção de  fechar o anúncio, passar para a próxima postagem, procurar por outra publicidade ou consumir o conteúdo exposto.

É por isso que os criativos devem ser elaborados com a finalidade de chamar a atenção do espectador e estimular seu lado cognitivo, criando uma memória ou um laço afetivo com aquele conteúdo.

Por isso, veja abaixo boas práticas para criativos de anúncios que podem atrair mais consumidores e gerar mais conversões, aumentando assim o resultado das suas campanhas em relação ao valor investido.

4 práticas para criativos de anúncios

Vencer a barreira do primeiro contato e passar pelo filtro do consumidor é uma etapa de extrema importância para quem gera criativos anúncios.

Para te ajudar nessa etapa, criamos uma lista de boas práticas do assunto, com o objetivo de melhorar a performance das propagandas e garantir um resultado satisfatório para as marcas.

Chame atenção do público

As pessoas tendem a consumir conteúdos que são mais atrativos e despertem sua curiosidade. Por estarmos em um ambiente virtual, impossibilitados de tocar, experimentar ou fazer qualquer tipo de teste, o usuário precisa “sentir” o produto através das imagens.

Apostar em textos, principalmente os longos, não é uma boa ideia. Isso porque o consumidor leva em torno de 15 segundos, de acordo com algumas pesquisas, para decidir se vai continuar vendo aquele material ou se vai mudar de página.

Esperar que ele leia toda a descrição do produto para assimilar o conteúdo – e ainda avaliar se vai comprar ou não – é inviável. 

O meio digital é rápido, dinâmico e bombardeia o consumidor o tempo todo com imagens, cores e sons. Dessa maneira, seja criativo, mas deixe de seguir umas regras básicas para o sucesso do seu anúncio:

  • Utilize imagens que chamem a atenção ou despertem a admiração;
  • Grandes anúncios contêm pequenos textos que fixam na memória do público. Então, tenha frases de impacto (veja alguns modelos neste artigo) que aguce as necessidades mais íntimas daquele indivíduo;
  • Defina sua Proposta Única de Valor (PUV) para diferenciar seu produto do concorrente. Deve conter de 06 a 08 palavras, se tiver números, a preferência é dos ímpares;
  • Incorpore nos conteúdos ferramentas interativas, como simuladores, quizzes e formulários, entre outros.

Mas se engana quem acha que boas práticas para criativos de anúncios envolvem apenas textos excelentes e poderosos, é necessário garantir que o olhar da pessoa navegando fixe na sua campanha em meio a tanta informação na internet. Por isso, deve-se prestar atenção à forma também.

Alinhe o criativo com a identidade visual da sua marca

A identidade visual é representada por um conjunto de elementos que simbolizam visualmente uma empresa, negócio ou ideia. Ela é composta principalmente por logotipo, símbolo e tipografia.

A partir dessa definição, os criativos de anúncios devem estar ligados a uma marca, mesmo que esta não esteja visível na propaganda. A identidade deve ser introduzida no material de alguma forma, seja por cores, gestos, atitudes, música ou outros elementos.

Internalizar a cultura da marca nos anúncios leva tempo, mas é preciso fazer esse posicionamento no mercado para que ele seja identificado rapidamente pelas pessoas. Para isso, é preciso:

  • Garantir que a identidade visual esteja alinhada com o manual de marca;
  • Usar variações da logo, grafismo e pattern da IDV/manual de marca;
  • Usar vetores com cores no contexto do anúncio;
  • Propor background com efeitos, copy ocupando área útil e efeito no texto;
  • Utilizar fotos de pessoas em situações no contexto do copy;
  • Demonstrar o produto ou serviço.

Lembre-se, também, de deixar uma área de respiro nas bordas de cada criativo de anúncio, privilegiando a harmonia das cores e elementos alinhados.

Tenha uma estratégia de Copywriting

Copywriting (ou copy) é a estratégia de produção de textos persuasivos que vão chamar a atenção do seu público. O objetivo é gerar conversões a partir de uma comunicação assertiva e interessante, sendo apropriado para estratégias de atração, como o Inbound Marketing.

Dessa maneira, o principal motivo de ser do copywriting é incentivar o cliente a tomar alguma atitude, fazendo com que ele visite o seu blog, preencha um formulário ou faça o download de algum material. Dessa maneira, quando o texto for necessário, ele não deve passar de 60 caracteres.

CTA não pode faltar

Se você está fazendo um anúncio no ambiente virtual é porque existe a necessidade de publicizar suas informações, de forma a vender seu produto ou serviço, certo?

Para que isso aconteça, crie um botão de CTA (Call to Action) criativo, com cor diferente do restante da arte. O Call to Action deve chamar a atenção do visitante ou cliente para que ele realize determinada ação proposta pelo anúncio e se aproxime ainda mais da decisão de compra.

Por ser uma chamada para ação, comece sempre com um verbo, como “Conversar no Whatsapp” em vez de “ Contato via Whatsapp”. O discurso direto é sempre mais indicado, pois induz a pessoa a fazer o que está sendo proposto.

Manter as boas práticas para criativos de anúncios é uma das maneiras de ter sucesso nas conversões de vendas. Para potencializar ainda mais essa possibilidade, é muito importante continuar se informando e aprendendo sobre essa área tão dinâmica que é o marketing digital.

Quer aprender a utilizar os gatilhos mentais para produzir criativos ainda persuasivos? Leia nosso guia prático.

SEJA UM ASSINANTE

Receba um resumo das informações mais relevantes da semana sobre Marketing Digital