Facebook dá primeiro passo na proteção de dados de usuários

Facebook dá primeiro passo na proteção de dados de usuários

Depois do escândalo da empresa Cambridge Analytica, o Facebook vem dando lentos mas importantes passos na direção de uma melhor proteção de dados de usuários.

Em recente anúncio, a empresa detalhou melhor uma nova ferramenta, chamada Off-Facebook Activity

O objetivo dessa ferramenta é detectar o uso e o login com a conta do Facebook em sites de terceiros, dando aos usuários a capacidade de gerir melhor onde suas informações são compartilhadas e usadas. 

Com isso, as pessoas serão capazes de limitar o acesso de outras plataformas às suas informações, reduzindo o uso de anúncios otimizados dentro do próprio Facebook.

A ferramenta também analisa histórico de navegação e pixel de rastreamento da companhia para remarketing, o que reduz bastante a capacidade de gerar anúncios personalizados para o usuário.

Mesmo que seja um avanço considerável em termos de segurança de dados, o Off-Facebook Activity ainda não é exatamente uma solução. Em uma das conferências onde Zuckerberg havia anunciado a ferramenta, era prometido uma funcionalidade para parar completamente o rastreamento de informações dos usuários, o que ainda não ocorre.

O Facebook continuará usando os dados de seus usuários para construir seu banco de dados, mas agora, ao menos, oferece uma gestão um pouco mais transparente sobre a origem e o destino de alguns desses dados.

Não só isso, mas enquanto anuncia medidas para tornar a gestão de dados mais segura dentro do Facebook, a empresa também parece mostrar interesse na quebra de criptografia e sigilo do WhatsApp, o que faz alguns especialistas considerarem até onde o interesse em segurança é verdadeiro.

O escândalo da Cambridge Analytica, por exemplo, liberou dados de mais de 50 milhões de norte-americanos, e é estipulado que o vazamento de informações para agências de inteligência russas tenha influenciado as eleições de 2016 e 2018 nos EUA.

Caso esses primeiros passos se firmem e as empresas de tecnologia continuem avançando na direção da segurança da informação e controle de dados por parte dos usuários, um possível resultado é a redução de valor das segmentações para anúncios, uma vez que o banco de dados diminuirá com o tempo. 

Isso implica que os bancos de dados internos de cada empresa serão fundamentais para manter a lucratividade alta, e reforça a necessidade em nutrir uma base de leads engajada e sempre otimizada.

Para mais informações como essa, acesse o Portal Insights e inscreva-se em nossa newsletter no campo abaixo para não perder nenhuma atualização.

Talvez você goste também

Fechar Menu