Anualmente, o gigante da tecnologia Google disponibiliza para a mídia algumas informações sobre o desempenho de seus principais sites e serviços.

No anúncio referente ao ano de 2018, na parte de anúncios, alguns números impressionantes. A empresa afirmou ter bloqueado, somando Adwords e Adsense, um total de 2,3 bilhões de anúncios de baixa qualidade, falsos ou irregulares.

Isso significa que foram bloqueados e excluídos uma média de 6 milhões de anúncios por dia. Apesar do alto número de bloqueios, houve queda em relação a 2017, que teve por volta de 3 bilhões de anúncios ruins bloqueados.

Além disso, foram banidos 1 milhão de anunciantes na plataforma. O banimento de perfis, por ser uma medida mais extrema, é feito com cautela, e seleciona apenas usuários cujas intenções sejam visivelmente maliciosas.

Em termos de volume de anúncios ruins, 58,8 milhões eram de phishing, sites com informações falsas que buscam conseguir os dados dos usuários através de simulações e réplicas de sites existentes.

Nos EUA, houve ainda bloqueio de anúncios de bail bond, em que empresas prometiam o dinheiro de fiança para quem não poderia pagá-la.

Contudo, pela lei estadunidense, basta o acusado aparecer no julgamento que o dinheiro é devolvido, e esses anunciantes usavam disso para serem pagos pelo contratante e pela fiança.

Essa preocupação legal mostra que o Google vem mudando algumas de suas estratégias.

Sites que divulgam informações falsas ou apresentam conteúdo de má qualidade estão perdendo a monetização e tendo seus anúncios removidos do ar também

Foram 734 mil sites parceiros e 1,5 milhões de aplicativos banidos, 28 milhões de páginas bloqueadas por não se enquadrarem na política de anúncios e, dessas 28, 1,2 milhões, junto com 22 mil aplicativos e 15 mil sites, foram banidas por conteúdo de ódio e informações falsas.

Essa verificação regular do Google só prova a necessidade cada vez maior de otimizar e desenvolver anúncios eficientes e que entreguem conteúdo relevante enquanto anunciante para os usuários.

Além disso, é importante que não só os anúncios estejam em ordem, mas também os sites e a infraestrutura ao redor.

Para mais informações sobre como desenvolver melhores estratégias de marketing, acesse o Portal Insights.

Fechar Menu