Se você acompanha notícias do mundo digital, provavelmente já ouviu falar da TikTok, uma nova rede social que se populariza rapidamente entre o público jovem, de 16 à 24 anos. Sua principal característica é o alto engajamento em comparação ao Facebook e Instagram.

Mas será que vale a pena produzir conteúdo e investir em anúncios na TikTok? Ou será que vale a pena esperar mais um pouco para ver o que vai acontecer?

A melhor forma de descobrir se o TikTok ou qualquer outro canal de conteúdo da internet é válido ou não para o seu negócio é testando. Cada empresa tem um segmento e público muito específico, com comportamentos e necessidades igualmente específicos, e, portanto, não há como padronizar a validade ou não de uma rede para todo mundo.

Isso sem contar a questão do momento – tanto da empresa quanto da plataforma em questão. Será que agora é a melhor hora para investir, será que é no ano que vem? Também tem uma pitada de sorte nos acertos de investimentos em redes sociais, embora essa não seja a variável mais importante, que devemos levar em consideração.

Testar e comparar é a chave do sucesso

Por outro lado, com todas as funcionalidades, ferramentas e tecnologias que temos em mãos, é muito fácil, hoje em dia, testar as possibilidades a um custo mínimo. Assim, para o TikTok, a dica é abrir uma conta – caso o seu público seja o público da plataforma em questão –, começar a criar conteúdos e analisar se eles têm uma boa performance. 

As principais métricas são:

  • engajamento de posts;
  • visitas no site;
  • visualização de marca.

O pulo do gato é sempre comparar a base de teste com as outras plataformas que a empresa já utiliza, metrificando resultados de todas elas e vendo onde se ganha ou perde tempo e dinheiro nos esforços de marketing digital.

Por isso, teste sempre – e compare. Esse ato vai te dar a resposta sobre se vale a pena investir no TikTok e em qualquer outra rede social.

Vamos supor que você comece a testar o TikTok hoje, criando uma conta e publicando os primeiros conteúdos. Se der certo, você vai acelerar sua curva de aprendizagem e começar a colher os benefícios antes dos concorrentes.

E, se der errado, pelo menos você vai saber mais rápido que o TikTok não é o canal ideal para o seu conteúdo. A vantagem está em não gastar tempo se preocupando se vale a pena ou não, fazendo diversos estudos e colecionando tentativas frustradas de engajamento.

Com isso, a empresa pode investir seu dinheiro em plataformas onde ela sabe que terá retorno. Isso é muito importante quando a gente fala de um mercado como o marketing digital, que é totalmente dinâmico. 

As surpresas do marketing digital na prática

Um exemplo prático para ilustrar esse dinamismo vem de uma coach do mundo esportivo que contratou nossos serviços de growth hacking para a otimização das vendas de seu serviço. Analisando todos os canais de aquisição dela, percebemos que 90% do tráfego advindo das redes sociais – cerca de 20 mil visitas no site – vinha do Pinterest

Isso mesmo: Pinterest, uma rede social com alto valor de nicho em que as pessoas compartilham muitas imagens. Não é texto, não é vídeo, são imagens – e, mesmo assim, era de lá que vinha o público dela, porque uma grande influenciadora compartilhou, nessa rede social, um infográfico que a coach criou.

Por algum motivo, o algoritmo validou aquele conteúdo, o que gerou muito acesso – mesmo sem ela saber, uma vez que a cliente sequer tinha uma conta do Pinterest quando seu tráfego começou a acelerar. 

Então, como sempre gostamos de frisar por aqui, não existe regra – e a “fórmula mágica”, se é que existe uma, para saber se vale a pena investir em uma rede social é testando.

Nunca se deixe enganar por conteúdos de dicas milagrosas: quando se deparar com elas, não tome como verdade, mas como uma ideia para teste. 

Essa, inclusive, é a visão de growth hacking, cujo principal objetivo é criar ambientes em que se possam testar viabilidades o mais rápido e pelo menor custo possível. 

Se você quiser saber mais sobre as performances do TikTok, marketing digital ou de growth hacking no geral, assine a newsletter do Portal Insights e fique sempre de olho em nossos conteúdos. 

Fechar Menu