Amazon cancela anúncios no Google Ads por impactos do Coronavírus

Amazon cancela anúncios no Google Ads por impactos do Coronavírus

Amazon cortou seus gastos em Google Ads a praticamente zero. Com o avanço do coronavírus Covid-19, as tendências de compra mostram mudanças profundas que podem impactar o Google Ads, seu programa de ganho de afiliados e muito mais. 

Saber o que pode acontecer nas próximos dias pode te ajudar a navegar nesse mercado tempestuoso das próximas semanas.

De acordo com um artigo da tinuiti, a Amazon vem reduzindo gradualmente seus gastos em Google Ads desde o fim de Janeiro e, em 11 de Março, a empresa já estava quase encerrando seus anúncios completamente.

Por que a Amazon cancelou seus anúncios no Google Ads?

Aparentemente, a Amazon está respondendo às mudanças de gastos dos consumidores graças à pandemia do Covid-19.

De acordo com um artigo no Buzzfeed News, a Amazon apontou uma alta demanda nas compras que resultou na contratação de 100.000 funcionários para atender à demanda.

A reportagem do Buzzfeed diz que:

“Enquanto norte-americanos se isolam em casa para proteção contra a pandemia do coronavírus, eles estão se voltando à Amazon para conseguir suprir suas necessidades básicas em alimentação, assim como remédios, produtos de limpeza e, claro, papel higiênico.”

A Amazon claramente está focando na entrega das demandas dos cidadãos que estão se isolando em casa, sem sair para outra coisa que não seja necessidades básicas, como comprar comida e outros produtos de casa. 

Ainda assim, a empresa está se aproveitando do pavor de contaminação pelo Covid-19, que tem feito com que as pessoas não saiam de casa para nada e, com isso, comprem tudo pela internet.

De acordo com o relatório da tinuiti:

“A Amazon mudou abruptamente o curso ao final de Janeiro de 2020 em inúmeras categorias de produto e agora é menos presente na primeira semana de Março em anúncios. Além disso, a Amazon parece também ter desligado todos os seus anúncios de texto depois de 11 de Março e mantém apenas poucos anúncios de textos leves de impressão em categorias dispersas. Para muitos anúncios, o cancelamento foi completo.”

Mudanças nas tendências de busca

O que acontece agora é a extrema mudança nas tendências de compra.

Demandas por itens domésticos e suprimentos médicos aumentaram extraordinariamente. A mudança foi tão abrupta que a Amazon precisou contratar 100.000 novos funcionários para atender a todos os pedidos em dia.

Além disso, a empresa decidiu enviar apenas itens essenciais, e essas mudanças podem impactar profundamente as tendências de compra dos consumidores nos próximos meses. 

Dois produtos listados pela Amazon receberam picos de busca e compra recentemente: tapetes de yoga e Apple Air Pods, mas a busca por papel higiênico superou completamente todas as outras categorias e produtos. 

A Amazon foca em medicamentos e produtos domésticos

De acordo com um relatório do Search Engine Journal, a reposição de estoque de produtos da Amazon está parado exceto para itens domésticos e medicamentos necessários a seus consumidores.

Uma declaração da Amazon diz:

“Estamos vendo um aumento nas compras online e, como resultado, alguns produtos domésticos e medicamentos estão sem estoque. Com isso em mente, estamos temporariamente priorizando itens domésticos, suprimentos médicos e outros produtos de alta demanda chegando em nossos centros de distribuição para que possamos, dessa maneira, receber, reestocar e enviar esses produtos a nossos consumidores. 

Para outros produtos além dessas categorias, estamos desabilitando temporariamente os envios. Estamos utilizando uma abordagem similar com os varejistas associados.”

Essa mudança, de acordo com a Amazon, continuará até, pelo menos, 5 de Abril de 2020. Isso é mais do que duas semanas a partir da data de publicação desta notícia.

O CDC baniu aglomerações de 50 ou mais pessoas por 8 semanas nos Estados Unidos. Algumas comunidades baniram grupos de mais de dez pessoas já.

Resumo

O cancelamento dramático de anúncios no Google Ads da Amazon pode ser um sinal de que vendas online para produtos de consumo não essenciais terão uma tendência de queda vertiginosa, enquanto suprimentos domésticos e médicos sobem em demanda.

Isso pode ajudar a reduzir a pressão em custos de anúncios para produtos fora dessas categorias em alta, mas há pouca vantagem em preços baixos de anúncios se ninguém compra.

Também é possível que essas tendências afetem o marketing de afiliados. Será difícil fazer uma venda de afiliados pela Amazon se a Amazon não está enviando os produtos populares no mercado de afiliados.

Com as proibições crescentes de aglomerações ao redor do mundo, as vendas e anúncios relacionados a isso irão afetar a receita de campanhas, anunciantes e o próprio Google Ads.

Para mais notícias sobre marketing e negócios, acesse o Portal Insights e assine nossa newsletter pelo campo abaixo.

Fechar Menu